INÍCIO    NOSSA MEMÓRIA    INSTALAÇÕES    MATRÍCULAS    LAR DE JESUS    ESTRUTURA    CONTATO

palavras do diretor

apoio pedagogico

eventos (fotos/videos)

calendario escolar

esportes

teatro

hinos

ex-funcionários

mensagens recebidas

identifique a foto

 
NOSSA MEMÓRIA

Veja as Biografias de quem construiu o Colégio Leopoldo
Leopoldo Machado Marília Barbosa Leopoldina de Barros Newton de Barros
LEOPOLDO MACHADO DE
SOUZA BARBOSA
(Fundador)
MARÍLIA FERRAZ DE
ALMEIDA BARBOSA
(Esposa de Leopoldo)
LEOPOLDINA MACHADO
BARBOSA DE BARROS
(Irmã de Leopoldo)
NEWTON GONÇALVES
DE BARROS

(marido de Leopoldina)




DECORAMOS A FACHADA DO PRÉDIO ONDE MOROU NOSSO FUNDADOR,
LEOPOLDO MACHADO. PRÉDIO HISTÓRICO DE 1921 E QUE HOJE MANTÉM UMA
BIBLIOTECA COM ACERVO DE CERCA DE 8 MIL TÍTULOS PARA PESQUISA PÚBLICA.

Clique para ver a imagem ampliada.
HISTÓRIA DO COLÉGIO. CLIQUE NA FIGURA PARA AMPLIAR.


Veja as fotos do álbum de formatura da turma de contadores de 1942,
cedidas gentilmente pela ex-aluna Anna Christina de Luca (clique na imagem).

 

Este é o prédio da rua Marechal Floriano Peixoto número 260, hoje extinto, onde o então Gymnázio Leopoldo foi fundado (foto acima). À frente, à esquerda, de terno claro, podemos ver o prof. Leopoldo Machado tendo a sua esquerda o cel. Alberto Mello que o convidou para montar aqui o seu estabelecimento de ensino, com autoridades locais. À direita, um pouco mais atrás, sua irmã, a professora Leopoldina Machado, então com dezenove anos e a professora Marília Ferraz de Almeida Barbosa, sua esposa.

Um dos motivos da criação da escola seria os filhos do prefeito serem alunos de Leopoldo, no Colégio Nacional no Méier e a nossa região não possuir escola regular. As crianças da região eram portanto obrigadas a deslocarem-se para o Rio de Janeiro. Isto posto, o prefeito enviou mensagem à câmara que aprovou a seguinte Lei:

“O povo do Municipio de Iguassú, Estado do Rio de Janeiro, por seus representantes, em sessão extraordinaria, realizada em 28 de janeiro de l930, resolveu:

Art. 1º - Fica o sr. Prefeito autorisado a subvencionar o Gymnázio Leopoldo, nesta cidade, com a importância de quinhentos mil réis (500$000), mensaes, logo que o mesmo entre em pleno funcionamento, isentado-o também de quaesquer impostos municipaes.

Art. 2º - Ficam abertos os necessários créditos.

Art. 3° - Revogam-se as disposições em contrário.


Nova Iguassú, 30 de janeiro de 1930

A mesa:(a.a.)Peregrino Esteves de Azevedo
Gaspar José Soares.

O texto acima foi publicado no Nilópolis Jornal de dois de fevereiro de 1930.

A transcrição acima retrata o clima de alegria do povo de Iguassú em receber o primeiro estabelecimento regular e oficial de nossa região. O Correio da Lavoura, onde Silvino de Azeredo era fã ardoroso de Leopoldo, estampava a seguinte manchete em sua edição de dois de janeiro de 1930:

“O ensino em Nova Iguassú.

Um Gymnasio para Nova Iguassú; seu programma de educação e ensino. O apoio da Municipalidade. Suas probabilidades de êxito. A concretização de um grande desejo desta cidade.”

O Globo de 14 de janeiro de 1930 :

A instrucção em Nova Iguassú.

Recebemos os prospectos do Gymnazio Leopoldo, estabelecimento de educação e ensino que se funda em Nova Iguassú, prospero município fluminense. O gymnasio destina-se ao ensino secundário, livre de comércio, primário, dactilografia, musica ( theoria, solfejo, piano e violino ) , pinturas, trabalhos femininos, de arte e de luxo,etc... , etc... . É seu director o professor Leopoldo Machado Barbosa e o corpo docente é constituído de professores de reconhecida capacidade e tirocínio . A municipalidade subvenciona-o , sua séde é à rua Marechal Floriano.

O Globo de seis de fevereiro de 1930 destacava:

“PELA INSTRUCÇÃO EM NOVA IGUASSÚ.“

A fundação do Gymnasio Leopoldo.

“Installou-se a primeiro do corrente, na vizinha cidade de Nova Iguassú, o Gymnasio Leopoldo, estabelecimento de educação e ensino subvencionado pela municipalidade. O Gymnasio está installado em amplo e confortável prédio da cidade,`à rua Marechal Floriano nº 260, com internato para meninos e externato para os dous sexos. De seu programa fazem parte o ensino secundário, com exames officiaes na própria sede, livre de commercio, primário, trabalhos domésticos, prendas femininas, musica,pintura e instrução militar para conceder caderneta de reservista aos educandos . Seu diretor é o professor Leopoldo Machado Barbosa e sua docência se compõe dos seguintes professores :Drs . Alberto Nunes Brigagão, Cledon Cavalcante, João Barbosa Ribeiro, José Pedro Cardoso, Henedina de Barros Caulino e Orlando José Fernandes, William Boardman, Marília de Almeida Barbosa e Leopoldina Machado Barbosa .

O Jornal de nove de fevereiro de 1930.

Gymnasio Leopoldo
Nova Iguassú, Estado do Rio - rua marechal Floriano 260. Subvencionado pela municipalidade - Director - prof. Leopoldo Machado Barbosa . - Ensino secundário (exames officiaes na sede), Livre de Commercio - primário - jardim da infância - linha de tiro - cultura physica . Internato (limitado, tratamento em família) para meninos. Externato. Para os dois sexos. Contribuições módicas.

Correio da Noite de onze de fevereiro de 1930.

Um gymnasio para Nova Iguassú.
Installou-se em Nova Iguassú um gymnasio para o ensino secundário , livre de commercio, primário, dactilographia , musica e pintura, prendas varias femininas, etc... . Subvencionado pela prefeitura local, a exemplo do que se vai fazendo em outros municípios do vizinho Estado . Seu director é o professor Leopoldo Machado Barbosa que até pouco tempo vinha dirigindo importante collegio no interior do mesmo Estado e conta com selecionado corpo docente, constituído de elementos bastante conhecidos naquella zona . Está instalado à rua Marechal Floriano n.260 , em um dos mais confortáveis e higiênicos prédios da cidade . Pela affluencia dos pedidos de matrículas, é para garantir-se um prospero futuro ao Gymnasio Leopoldo , mormente por ter satisfeito uma grande necessidade naquelle município.


A reportagem do Correio da Lavoura de dois de janeiro
de mil novecentos e trinta informava ainda:

Gymnásio Leopoldo.

Seu objetivo :
Destina-se a ministrar à infância e à mocidade educação intelectual, moral, física, bem como cívica, social e artística.

Consta de internato (resumido) para meninos, de semi internato e externato para os dois sexos.

Para a realização de seu objetivo, empregará os recursos da pedagogia moderna a par da irrepreensível disciplina que é a base da educação moral, disciplina absolutamente original e sensatamente aplicada, de molde a satisfazer a quantos realmente desejam educar e instruir bem seus filhos.

Educação intelectual consta dos cursos seguintes:
a - Jardim da Infância, para crianças a partir de três anos;
b - Ensino primário , substancioso, em quatro anos ou séries, sendo a quarta série de estudos complementares;
c - admissão ao ginásio Pedro II ou a seus equiparados ou aos colégios que dispõem de bancas oficiais ( este inclusive ); à Escola Normal de Niterói ou do Distrito Federal, ao Colégio Militar e aos concursos de bancos, ministérios, etc...
d - ginasial ou secundário de acordo com a vigente lei do ensino federal;
e - ensino livre de comércio, de molde a preparar, praticamente, rapazes e moças para as lides comerciais;
f - datiligrafia e taquigrafia.

Educação Artística:
a - desenho , sob várias modalidades;
b - música(teoria, solfejo, piano e violino);
c - trabalhos domésticos;
d - prendas femininas(trabalhos de arte e de luxo);
e - arte cênica, declamação.

Educação Moral, Civismo - nas sociedades bem organizadas só há lugar para o homem de caráter bem formado, moralmente cônscio de seus deveres, de suas funções. A criança bem educada de hoje é que pode formar aquele homem de amanhã. A moral, como o caráter devem ,pois, serem ensinados desde a infância, menos por palavras do que por exemplos edificantes, convincentes, persuasivos. Do mesmo modo, o civismo. Por isso, e para isso, o ginásio emprega os meios de ordem moral, disciplinares, capazes de pelo estímulo,pela emulação, pelo exemplo, despertar nos seus educandos o amor e o gosto pelos belos empreendimentos da alma, do caráter.

Além do ensino feito nas aulas, há aos sábados, as sessões práticas, em que são abordados pelos alunos e professores assuntos desta ordem, através de palestras ligeiras, discursos, dissertações, etc...

O Ginásio patrocina uma instituição gremial mantida pelos próprios alunos, além de levá-los a prática da educação social servindo também , para a Educação Artística, para a prática do civismo, e como centro recreativo.

Religião - a moral cristã é a base da educação espiritual do Ginásio. Contudo, não se ensina nenhuma religião dogmática. É permitida a liberdade de crianças que é aliás uma das mais belas prerrogativas do espírito humano. O Ginásio deixa aos cuidados paternos a formação religiosa de seus alunos.

Educação Física - é dada por meio da ginástica natural, recreativa e educativa (sueca), exercícios respiratórios, e provas de resistência. O desenvolvimento físico será registrado por fichas antropométricas.

O futebol é excluido da educação física.

A instrução militar será dada a fim de conferir aos alunos, na idade própria caderneta de reservista.

Disciplina - é feita, a despeito de rigorosa, sob moldes absolutamente morais, predominando mais os atos, os exemplos do que as palavras, de modo a levar os alunos a cumprirem, gostosamente, sentindo satisfação com isso, seus deveres. O regime disciplinar do Ginásio assenta em normas especiais, por isso que interessa para o seu complemento os próprios alunos, excluindo-se assim a intervenção de inspetores.

Estímulos e corretivos - para incentivo da boa conduta, da aplicação aos estudos, o Ginásio distribui entre seus alunos prêmios e distinções, como elogios em aula, nos boletins diários, do diretor e dos professores; graduações semelhantes às militares, mas de caráter puramente disciplinar; brindes nos encerramentos das aulas.

Quadro de honra anual - com o nome e a fotografia dos distinguidos, a figurar na secretaria em ponto de destaque; medalhas condecorativas, em bronze, em prata, em ouro, conforme a conduta, a aplicação, a frequência e o tempo de matrícula.

As atividades escolares em mil novecentos e trinta transcorreram em um crescendo. As atividades esportivas e culturais alegravam o Município. Pela localização no centro da cidade e próximo ao Sport Club Iguassú, sede social com frente para mesma rua da escola e com entrada pela travessa Irene, o professor Leopoldo Machado incentiva e realiza as atividades como o fizera em Parahyba do Sul quando lá dirigira o Collegio Nacional , que funcionava onde é hoje a prefeitura daquela cidade. Tanto o povo do Município está agradecido que realiza o aniversário do professor em trinta de setembro daquele ano.


PRESENTES AO ANIVERSÁRIO DO PROFESSOR LEOPOLDO EM 30 DE SETEMBRO DE 1932.

  



As fotos menores acima são de 1935 ano em que o Colégio Leopoldo transfere-se para o prédio próprio da Avenida Getúlio de Moura, nº 1074, local onde se localiza até os dias de hoje. A foto maior é de 1963 após o asfaltamento da estrada feito pelo Governador Roberto Silveira.
O aniversário da escola é comemorado no dia 21 de abril, dia de Tiradentes.

Os fundadores do Colégio Leopoldo foram: o professor Leopoldo Machado, a professora Marília Ferraz de Almeida, a professora Leopoldina Machado Barbosa de Barros e Ana Isabel Machado Barbosa, respectivamente esposa, irmã e mãe de Leopoldo Machado.

Inicialmente o colégio localizava-se na rua Marechal Floriano Peixoto (aonde hoje está o Centro Educacional de Nova Iguaçu). Tempos depois a escola foi transferida para seu atual endereço, a Avenida Getúlio de Moura, 1074, sendo então construídas oito salas.

Nessa época, o professor Leopoldo Machado residia no prédio nº 1094 da mesma rua.

Preocupado com a questão dos menores abandonados, o professor Leopoldo e sua esposa fundaram, no dia 25 de dezembro de 1940, o Lar de Jesus. O local, situado no bairro do K-11 (Caonze), está até hoje em funcionamento, abrigando trinta crianças (todas do sexo feminino) que são encaminhadas por parentes, conselho tutelar, etc.

UMA FOTO HISTÓRICA TIRADA NO COLÉGIO LEOPOLDO


PROF. LEOPOLDO COM SUA IRMÃ LEOPOLDINA (ATRÁS) E SEUS
SOBRINHOS: NAZARETH, NEY ALBERTO, NEWTON LEOPOLDO E
PAULINHO LEOPOLDO NO SEU COLO.

 

< topo >